quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Crescimento

"O crescimento econômico é um processo de destruição criadora,
como já lembrava Joseph Schumpeter em 1913.

Novos produtos e técnicas de produção desbancam os antigos, e o que é a última
palavra em termos de modernidade em determinada época pode
transformar-se em modelo de obsoletismo alguns anos depois.
Isso significa que o progresso tecnológico cria seu coeficiente de
desperdício, via depreciação acelerada dos antigos
investimentos. A única maneira de evitá-lo é incorrer no custo
ainda maior do obscurantismo - a recusa do progresso
tecnológico. Imagine-se o que seria a humanidade se os
governos do século passado tivessem resolvido proteger os
fabricantes de velas contra a concorrência da lâmpada elétrica." 

Março, 1990

Nenhum comentário:

Postar um comentário